Veículos não podem mais entrar na areia da Mococa

Veículos não podem mais entrar na areia da Mococa

A praia foi cercada em ação promovida pelo SOS Praia da Mococa e apoio da Subprefeitura local

Funcionários de empresa terceirizada fincaram pontaletes em toda a orla da praia.

A Praia da Mococa, em Caraguatatuba, passou por um mutirão de limpeza no sábado(30 de agosto) e, em seguida, foi inteiramente cercada com pontaletes de madeira a fim de impedir o acesso de veículos na areia. A ação foi promovida pelo grupo SOS Praia da Mococa, que teve como objetivo preservar a vegetação nativa da praia e dar exclusividade aos banhistas.

Vista de cima dos pontaletes já colocados na praia (Foto: Cláudio Gomes)

Segundo o administrador da Subprefeitura da região Norte de Caraguá, Marcelo Pereira, “essa ação já era para ser realizada há muito tempo, visto que a  lei proíbe a entrada de veículos na orla da praia“. Pereira adianta que a ação prosseguirá neste sábado(8), quando serão colocadas placas de sinalização informando e alertando a população sobre a vegetação nativa que ali se encontra. Serão plantadas também 40 mudas entre plantas frutíferas e mudas de árvores nativas.

No mutirão do sábado passado, participaram 25 voluntários, além de 15 funcionários e três caminhões da subprefeitura.

O trabalho teve o apoio da Polícia Ambiental, da Secretaria de Urbanismo e de responsáveis pelo trânsito no município. A empresa que realizou a colocação dos pontaletes foi a Pioneira, que presta serviço á Prefeitura.

Polícia Ambiental e Secretaria de Urbanismo deram apoio à ação. (Foto: Patrícia Pereira)

A ação contou o apoio de comerciantes locais que forneceram gratuitamente água, refrigerantes, pães, mortadela, banana e, ainda, contribuíram com sacos de lixo para acondicionar o lixo recolhido na praia. Os colaboradores foram “Quiosque do Djalma” e “Panificadora TABAKANA”.

O custo total da ação ficou em torno de R$ 1.300,00 a 1.500,00, segundo o administrador da Subprefeitura da região Norte de Caraguá, Marcelo Pereira.

NENHUM COMENTÁRIO ATÉ O MOMENTO

Leave a Reply