Primeira sede de Escola de Surf é construída em Ubatuba

Primeira sede de Escola de Surf é construída em Ubatuba

Uma segunda sede será entregue na Praia Grande, após o término da atual construção

Construção da primeira sede da Escolinha de Surf em Ubatuba localizada no bairro Perequê-Açu (Fotos: Divulgação)

A primeira sede da Escolinha de Surf de Ubatuba está sendo construída na praia Perequê-Açu. A obra está sendo realizada através de um convênio entre a Prefeitura de Ubatuba, a Caixa Econômica Federal e o Ministério dos Esportes.  O total do investimento será de R$ 413.029,16, que também financiará mais uma unidade na Praia Grande.

A obra está sendo realizada pela Empresa Municipal de Desenvolvimento Urbano – Emdurb e está prevista para ser entregue em março de 2018. Ubatuba já possuía a Escola Municipal de Surf, inaugurada em abril de 1995, no entanto não havia um espaço físico para a sede.

Fábio Lima, diretor de Eventos e Estrutura da Associação Ubatuba de Surf conta como é satisfatório depois de 22 anos, ver um sonho se realizar, “Está sendo muito gratificante, uma vez que outras administrações tiveram oportunidade de fazer e não fizeram. Mas o Setor de Surf da Secretaria de Esportes nunca deixou de acreditar e sempre mantivemos esse sonho”.

Imagem ilustrativa da futura sede de Escolinha de Surf

Ele ainda conta sobre as mudanças e projetos que virão junto com a sede. “Com a utilização das sedes, haverá aumento dos dias de aulas, passando de três para cinco dias. O espaço também poderá ser usado durante a semana por outras modalidades de esportes de praia: vôlei, futevôlei, frescobol”. A ideia, ainda, será promover eventos diversos nos fins de semana.

O ex-jogador do Corinthians, Marcelinho Carioca, atual secretário de Esportes e Lazer do Município, disse que a obra é um meio de aumentar a estrutura à prática do esporte. “Em quase 380 anos de história, essa é a primeira sede do surf no município. Ubatuba é a ‘capital do surf’, então, necessitava de uma sede para o esporte. Esse é um ganho para o município e a gente se sente honrado e feliz em poder fazer parte disso”, destacou Marcelinho.

NENHUM COMENTÁRIO ATÉ O MOMENTO

Leave a Reply