Moradores reclamam do mato alto em Caraguá

Moradores reclamam do mato alto em Caraguá

1 275
Mais de cinco bairros aguardam os serviços públicos que têm sido o grande transtorno dos munícipes.

Prefeitura promete solucionar o problema em aproximadamente dois meses.

Alguns moradores de Caraguatatuba estão reclamando da falta de manutenção das vias públicas. Eles costumam compartilhar imagens do abandono em suas próprias ruas e já chegaram até a passar na Secretaria de Serviços Públicos(Sesep) para questionar serviços não realizados. Entre os bairros que tiveram reclamações, estão Estrela D’Alva, Indaiá, Jardim Aruan, Martim de Sá, Porto Novo e Sumaré.

Os munícipes que residem próximo da Secretaria dizem que a limpeza é feita apenas na rua Indaiá, onde se localiza a Sesep, e não em todo o bairro. Claudineia Corrêa, que mora no bairro Jardim Aruan, reclama que, desde que a nova administração assumiu, não houve preocupação em cortar o mato na sua rua. Por isso, segundo ela, são alguns dos moradores que têm feito o serviço.

O secretário adjunto de Serviços Públicos, Gilberto Santos, justifica a demora nesse tipo de trabalho em função da mudança de gestão que levou a troca de pessoal. Os novos concursados são na sua maioria mulheres que tiveram que passar por período de adaptação nesse tipo de trabalho, sendo inclusive treinadas para fazer uso das roçadeiras. Segundo o secretário, antes quem puxava a fila das equipes eram os homens, que já estavam adaptados a esse tipo de serviço.

Gilberto Santos explicou ainda que o mato também cresceu muito em função dos períodos de chuva e sol nos últimos meses. Em relação ao contingente de servidores para executar os serviços de manutenção nas ruas, o secretário adiantou que está em andamento o processo licitatório para novas contratações. Em aproximadamente dois meses o problema do mato crescente na cidade será resolvido, conclui.

 

1 COMENTÁRIO

  1. Muito bem redigito o texto, e de coisas assim que precisamos que chegue a mais pessoas que residem em caraguá, e não são providos de noticias da região.

Leave a Reply